Endodontia

O tratamento de canal, ou endodôntico, consiste na remoção da polpa dental, uma estrutura viva que contém entre outros elementos, nervos e vasos sanguíneos, e sua substituição por um material obturador.
Todos os dentes que passaram por um tratamento de canal, devem ser protegidos por uma restauração ou prótese.

De modo geral, o tratamento de canal é indicado em três situações:

  • Quando a polpa dental se apresenta inflamada, com dor espontânea (pulpite) em decorrência da exposição da dentina por cárie profunda, fratura da coroa, retração gengival, etc;

  • Quando a polpa perde a vitalidade (polpa necrosada) e compromete a estrutura que envolve a raiz, provocando inflamação na membrana periodontal e do osso de modo assintomático (granulomas e cistos) ou com dor (abscesso);

  • Quando o dente se torna necessário como suporte para uma prótese fixa.